14 de abr de 2010

O Dia Internacional da Dança vem sendo celebrado no dia 29 de abril, promovido pelo Conselho Internacional de Dança (CID), uma organização interna da UNESCO para todos tipos de dança.

A importância da dança

A dança é uma forma de expressão corporal e é fundamental para o ser humano, fazendo com que aperfeiçoemos a nossa coordenação motora, trazendo ao cotidiano uma grande paz de espírito e quando efetuada em grupo proporciona a convivência social saudável. Ela se expressa em corpos perfeitos, elegantes, seguros, mentes desinibidas, arrojadas e criativas. Dançar causa uma sensação de alívio, de bem estar, de alegria, no entanto é complexo conseguir através de palavras explicar como a expressão corporal nos pode trazer tantos benefícios.

12 de abr de 2010

As unhas mais fashions da academia

Essa turma me deixa de cabeça pra baixo kkkkkkk

Italianos unem esporte e dança no Teatro Alfa

Domínio do corpo, rigor nos treinamentos, precisão dos movimentos. Tudo isso pode estar associado à dança. E também ao atletismo. Essas características são destacadas no trabalho dos integrantes da companhia italiana Kataklò. Eles apresentam o espetáculo "Play" na terça (dia 13) e na quarta, depois de seis anos de sua última aparição no país. Na performance, cheia saltos e acrobacias, quatro mulheres e quatro homens utilizam objetos cênicos oriundos das quadras e dos ginásios, como barras, argolas, bolas, bicicletas e raquetes de tênis, durante uma hora e 20 minutos de show, com um intervalo. LAILA ABOU MAHMOUD da Reportagem Local

9 de abr de 2010

Descalça, Ana Botafogo fala em despedida

A bailarina que é símbolo da dança clássica no Brasil diz que seu tempo está terminando. Com 35 anos de carreira (29 dedicados ao balé do Teatro Municipal do Rio), Ana Botafogo ainda não marcou a despedida dos palcos, mas fala em aposentadoria. Por isso, diz querer se aventurar em novos terrenos. Neste ano, Botafogo quer continuar viajando com dois espetáculos criados com a pianista Lilian Barretto, com o show com Carlinhos de Jesus e ainda planeja criar outro trabalho clássico. Em julho dançará um "pas-de-deux" inédito do americano David Parsons. ADRIANA PAVLOVA colaboração para a Folha