11 de nov de 2010

Balé Nacional da China mostra "Lanternas Vermelhas" pela 1ª vez em SP

Os paulistanos têm desta quarta-feira (10) até domingo (14) a chance de ver o espetáculo "Lanternas Vermelhas", do Balé Nacional da China, companhia estatal que vem ao Brasil pela primeira vez para se apresentar no Teatro Bradesco (zona oeste de São Paulo) e em mais cinco cidades do país.

6 de nov de 2010

Bailarinos maranhense e paulistano fazem turnê nos EUA

Os bailarinos Bruna Gaglianone e Érick Swolkin, da Cia. Jovem da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, em Joinville (SC), viajam para os Estados Unidos na próxima quinta-feira. Eles foram convidados a participar da turnê do Albany Berkshire Ballet, de Albany, no Estado de Nova York, depois de enviarem um vídeo de sua performance. Bruna é maranhense. Érick é paulistano. A bailarina conta que os dois ficaram surpresos com a resposta positiva. "Nós sempre mandamos vídeos para as companhias e geralmente demoram para responder. Mas, desta vez, eles ligaram no dia seguinte. Foi muito corrido também. Hoje que eu consegui pegar o meu visto", diz. A viagem será paga pela companhia americana, e os bailarinos receberão um cachê pelas oito apresentações. A miniturnê termina em 21 de dezembro.

5 de nov de 2010

Balé de cegos se apresenta sábado no teatro Paulo Autran

Com talento, dá para fazer tudo de olhos fechados. Até dançar balé, como as quase 30 garotas da Associação de Balé de Cegos Fernanda Bianchini, que se apresentam neste sábado (6/11), no teatro Paulo Autran. Mariana Medeiros de Morais Ferrão, 9, bailarina desde os três anos, não consegue enxergar mas dança na ponta do pé que é uma beleza. LUCIANO BOTTINI FILHO DE SÃO PAULO

1 de ago de 2010

Querida alunas; Vocês foram brilhantes neste festival de julho. Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Espero vocês dia 2 de agosto,na volta às aulas.

2 de jul de 2010

Tudo pronto para apresentação de julho 2010

Cisne Negro faz espetáculo com manifesto pró-sustentabilidade

Em 33 anos de vida, a Cisne Negro Cia. de Dança tem dois grandes sucessos inquestionáveis de público. Há 26 natais o grupo fundado por Hulda Bittencourt lota teatros da cidade com sua versão de "O Quebra-Nozes".

26 de mai de 2010

Danças circulares rompem circuito alternativo e viram moda até na noite

Dança de roda, todo mundo sabe, é aquela brincadeira de criança ou manifestação folclórica presente em qualquer canto do planeta. Só que a ciranda já botou seu pezinho no mundo dos modernos do século 21. Em algumas baladas, gente de 20 a 30 anos está dando as mãos para dançar em rodas ou espirais com a base coreográfica e musical de danças circulares tradicionais. A tradição, nesse caso, é a dos países balcânicos (no Leste Europeu). A balada é a festa Go East, criada no Rio de Janeiro, onde acontece todo mês, e replicada em São Paulo, onde ocorre com menos regularidade, mas com a mesma animação. Ao som de ritmos típicos de povos eslavos e ciganos, mixados com música eletrônica como drum"n'bass e dub ou até mesmo rock, o povo da noite também resolveu cair na dança circular. Um dos benefícios mais citados da dança circular é o aspecto inclusivo e coletivo, capaz de criar vínculos e relações de solidariedade entre os praticantes. Não é pouco, em uma época em que a competitividade (e o estresse que ela gera) tomou conta até das atividades voltadas ao bem-estar. IARA BIDERMAN COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

8 de mai de 2010

Feliz dia das Mães!!!!!!!!!!!!!

Eternamente Mãe MÃE... que na presença constante me ensinou na pureza do seu coração a vislumbrar caminhos... MÃE... dos primeiros passos, das primeiras palavras... MÃE... do amor sem dimensão, de cada momento, dos atos de cada capítulo de minha vida não ensaiados, mas vividos em cada emoção... MÃE... da conversa no quintal, do acalanto do meu sono aquecido de amor, aninhada em seu coração... MÃE ... do abraço, do beijo que levo na lembrança... MÃE... é você que me inspira a caminhar... MÃE... a presença de cada passo que o tempo não apaga: por mais longo e escuro que seja o caminho, haverá sempre um horizonte... MÃE... Mulher a quem devemos a vida, que merece o nosso respeito, nossa gratidão e nosso afeto.
Autor Desconhecido

Cinco coreografias indianas e Ballet de Niterói são atrações do sábado

A bailarina Sonia Galvão apresenta cinco coreografias indianas no Teatro de Dança, no centro de São Paulo, neste sábado (8). O Ballet da Cidade de Niterói traz duas coreografias inspiradas na obra do filósofo Zygmunt Bauman ao palco do Sesc Pinheiros, na zona oeste.